Sicredi quer se aproximar de fintechs em parceria com 100 Open Startups

O Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 5,5 milhões de associados, anunciou o fechamento de uma parceria com a plataforma de inovação aberta 100 Open Startups com o objetivo de reforçar sua interação com o ecossistema de inovação. A iniciativa terá como foco a criação de desafios às fintechs e startups e, ao mesmo tempo, promover a capacitação dos seus colaboradores sobre o tema.

Para isso será utilizada a Plataforma de Conexão da 100 Open, por meio do qual os colaboradores das estruturas que compõem o Sicredi em todo Brasil poderão cadastrar desafios de negócio ou processos e eles serão integrados a um sistema de conexão com startups, possibilitando às empresas interessadas realizar a inscrição de soluções.

Por meio do Portal também será realizado o fluxo de comunicação entre colaboradores do Sicredi e startups, com o objetivo de conectá-los para feedback, aconselhamento e mentoria durante o processo.

A qualificação dos colaboradores será realizada por meio de uma jornada de imersão no programa da 100 Open chamado Programa de Mentoria 100-10-1, que terá duração de um ano e será dividida em três etapas de engajamento. Na primeira etapa o objetivo é conhecer o ecossistema e avaliar o potencial de pelo menos 100 startups relevantes para o perfil do colaborador participante, a segunda é testar suas habilidades, oferecendo conselhos para as classificadas como de alto potencial e a terceira é desenvolver um relacionamento mais profundo como mentor de startups.

“A inovação é um elemento fundamental na nossa visão de futuro e esta parceria nos gera o benefício de conexão com um canal bastante consolidado de interação com as startups, ao mesmo tempo promovendo o aprimoramento dos conhecimentos dos nossos colaboradores sobre inovação aberta”, afirma Rodrigo Severo, especialista em Inovação do Sicredi.

“O grande diferencial é que o Sicredi é uma instituição cooperativa de atuação nacional e um dos desafios é a formação das pessoas para que todos tenham habilidades para extrair valor por meio da open innovation. Tem sido um trabalho pautado na democratização da inovação aberta e esse cuidado reflete a importância da capacitação para uma reputação positiva no ecossistema de inovação”, comenta Daniel Vasserman, head de Comercial & Atendimento da 100 Open Startups.

Deixe um comentário