Conta Simples levanta R$121 milhões com fundador do Tinder e investidor de Nubank!

A Conta Simples, fintech de cartão de crédito e conta PJ focada em PMEs, levantou uma rodada de investimentos de R$121 milhões.

Nessa rodada, participaram os fundos Valor Capital, Base10 (investidor do Nubank) e o líder da rodada, JAM Fund (fundo do fundador do Tinder, Justin Mateen). A série A trouxe novos investidores e será destinada a produtos financeiros, incluindo crédito. Os novos investidores se juntam aos fundos Domo, Saasholic, Y Combinator, bigbets, Quartz, FjLabs, Brian Requart, Rodrigo Dantas (Vindi), Paulo Silveira (Alura), Lincoln Ando (idwall), que investiram nas primeiras rodadas da fintech.

A empresa nasceu com uma solução de cartões múltiplos e evoluiu para uma plataforma financeira mais robusta, com foco em empresas pequenas, médias e grandes. Além da gestão de cartões, a Conta Simples fornece uma conta digital (muito elogiada por clientes, por sinal), uma solução de gestão de despesas e de cobrança e agora, vai testar a entrada em crédito. A empresa citou que está em processo de receber autorização para se tornar uma SCD (Sociedade de Crédito Direto).

Pioneira, a Conta Simples foi a primeira fintech focada em cartões corporativos e conta digital PJ no Brasil e já processou mais de R$10 bilhões na plataforma, em mais de 35 mil clientes. Empresas como Swile Brasil, Justos, Livus, Favo, Exame, Revelo e Mottu usam a Conta Simples.

A nova etapa da empresa é dar um passo importante em regulação e atingir 120 mil empresas usando suas soluções.

Deixe um comentário