Banrisul anuncia novo edital para financiar projetos de até 150 fintechs e startups

O Banrisul anunciou sexta-feira (06), durante a programação do South Summit Brasil, em Porto Alegre, o lançamento de um novo edital para financiar startups via Finep. O processo será iniciado no dia 20 de junho de 2022, com funding de R$ 30 milhões em uma primeira etapa cuja meta é beneficiar 150 jovens empresas entre fintechs e startups que operam em outros modelos.

O projeto do banco é lançar novos editais a cada seis meses segundo  anúncio realizado pelo diretor de Tecnologia da Informação e Inovação da instituição, Jorge Krug. Participaram também do evento o diretor de Crédito do Banco, Osvaldo Lobo Pires, e o superintendente de Inovação da Finep, Newton Hamatsu. Também participaram do encontro o superintendente e o gerente da Unidade de Produtos de Desenvolvimento e Microcrédito do Banrisul, Ivair Damiani e Tiago Fernandes, respectivamente.

Para Jorge Krug, esse movimento ajuda a inserir ainda mais o Banrisul no ambiente de  startups e fintechs. “Os investimentos poderão viabilizar, por exemplo, a contratação de desenvolvedores, aquisição de equipamentos, consultorias e convênios com instituições de ciência e tecnologia, laboratórios e universidades”, exemplificou.

Já Osvaldo Lobo Pires pontuou que este será apenas o início de uma oportunidade que poderá beneficiar, no mínimo, 300 projetos. “O sucesso dessa iniciativa dependerá, unicamente, do interesse das empresas em nos procurarem. Temos uma equipe especializada para viabilizar investimentos”, destacou.

“Faz parte da estratégia do Banco captar projetos de startups, especialmente gaúchas, com foco em acessar crédito via Finep. São recursos equalizados e vamos analisar, uma a uma, as propostas inscritas”, frisou Tiago Fernandes.

O superintendente da Finep antecipou vantagens do edital. “Queremos apoiar empresas de ciência e inovação e um dos nossos principais parceiros nesta missão é o Banrisul. Este edital vai ampliar o acesso ao crédito, com taxas de juros atrativas e prazo de pagamento mais alongado. Queremos ajudar as startups a vencerem as etapas mais críticas do negócio, para que consigam lançar seus produtos e gerar receita”, salientou Hamatsu.

Deixe um comentário